Bem Vindo...

Branca desde junho de 2008: Pensamentos, Poesias, noticías, atualidades, moda e perfumaria...tudo num só lugar...rs!!!

Estar aqui...escrever, vai muito além do que palavras rimadas, incentivos ou críticas. Escrever é uma forma de me libertar, de dizer o que sinto, como vejo o mundo, as pessoas, os sentimentos.

Escrever aqui é compartilhar meu grito em forma de palavras, minhas paixões, meus anseios...e também uma maneira de voar.

Escrever foi...e sempre será uma forma sutil de dizer as pessoas como me sinto, e como gostaria de poder mudar as coisas.

Ao entrar aqui, você compartilha um pedacinho da minha concepção, que talvez você discorde, mas é dessa forma, através dessa lente que vejo "tudo" ao meu redor.

Blogbeijoooos!



domingo, 23 de junho de 2013

Mais um dia...


 ...ás vezes cansa, você não aguenta mais correr, mas continua andando, o tempo muda, 

pode chover, o clima esquenta, os dias passam rápidos, á noite é sempre mais lenta,

 e por diversos dias não vejo a lua. 

Mas mesmo assim, eu continuo andando, é mais forte do que se pode controlar, 


 eu sou impulsionada a dar mais um passo, e mais um...e quando vejo, 

já estou em movimento.


Blogbeijoooos :-)

domingo, 16 de junho de 2013

É só mais um Dia...


A Garota do Blog, é a garota mais corajosa que eu conheço...

...não..., ela não enfrenta Dradgões nem Gladiadores..., mas sim o próprio medo, 

...o medo de ser alguém que possa desistir, que não possa sonhar, 

o Medo de não enfrentar suas debilidades, suas crises, e tudo que chamamos de doença.

Embora...por muitas vezes era impossivél não escutar seus gritos, 

soava como pedidos de socorro, e ao tempo alívio por poder Gritar.

Enfrentar um dia por vez, á cada hora, á cada minuto...

...lutar por aquilo que acredita e deseja, 

...amar sem medidas,

...sorrir com a alma,

...esperar o inesperado...

...Isso é um ato de coragem.


Blogbeijoooooo :-)

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Em versos de Clarice Lispector...

"- Por que você toma tanto calmante? perguntou ele sorrindo.

- Ah, disse ela com simplicidade, é assim: vamos dizer que uma pessoa estivesse gritando e então outra pessoa punha um travesseiro na boca da outra para não se ouvir o grito. Pois quando tomo calmante, eu não ouço meu grito, sei que estou gritando mas não ouço, é assim, disse ela ajeitando a saia."


Clarice Lispector em "A Maça no Escuro".



Blogbeijooooos :-)