Bem Vindo...

Branca desde junho de 2008: Pensamentos, Poesias, noticías, atualidades, moda e perfumaria...tudo num só lugar...rs!!!

Estar aqui...escrever, vai muito além do que palavras rimadas, incentivos ou críticas. Escrever é uma forma de me libertar, de dizer o que sinto, como vejo o mundo, as pessoas, os sentimentos.

Escrever aqui é compartilhar meu grito em forma de palavras, minhas paixões, meus anseios...e também uma maneira de voar.

Escrever foi...e sempre será uma forma sutil de dizer as pessoas como me sinto, e como gostaria de poder mudar as coisas.

Ao entrar aqui, você compartilha um pedacinho da minha concepção, que talvez você discorde, mas é dessa forma, através dessa lente que vejo "tudo" ao meu redor.

Blogbeijoooos!



segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Ao vento...

Depois de quase um mês fora do ar, a Garota da Blog parece estar melhor do que nunca, talvez posso até arriscar em dizer que é outra pessoa, pensou tanto, que não tinha mais nada pra pensar, desvaziou a mente de tudo...tudo que á fez chorar.

É estranho ser livre da dor, é como precisar comer e não ter fome, é olhar pra si e amar o coração livre que possui...é recordar, mas não querer mais pra si.

Nas últimas 4 semanas aprendi mais do que imaginava, não importa o que as pessoas possam fazer a meu respeito, mas sim a minha atitude com elas. Eu vou continuar fazendo o que acho certo, no momento certo...e não importa se no meio do caminho apareçam pedras, flechas, buracos ou tempestades...

...o meu anjo estará sempre por perto, pra me salvar...rs!!!
"Sou uma mulher madura
Que às vezes anda de balanço
Sou uma criança insegura
Que às vezes usa salto alto
Sou uma mulher que balança
Sou uma criança que atura".

Matha Medeiros

Blogbeijooooos!

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Giz...apagando e desenhando outra vez.


Desenho toda a calçada

Acaba o giz, tem tijolo de construção

Eu rabisco o sol que a chuva apagou

Quero que saibas que me lembro

Queria até que pudesses me ver

És, parte ainda do que me faz forte

Pra ser honesto

Só um pouquinho infeliz

Mas tudo bem

Tudo bem, tudo bem...

Giz-Legião Urbana!

"Eu estou tentando descobrir o que dói mais, se são as sementinhas e agulhinhas da minha orelha por causa da acunpuntura, ou as razões dos pontos estimulados". Também tenho dúvidas se por acaso é uma questão só do coração ou da razão, porém acho que são os dois,"não dá pra concertar tudo de uma vez, mas também agora já não sei por onde começar." Saindo dos paradigmas, entrando nos paradoxos...rs!


Blogbeijoooos!


sábado, 4 de setembro de 2010

Em versos de Clarice Lispector...

Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras. Sinto que sou muito mais completa quando não entendo. Não entender, do modo como falo, é um dom. Não entender, mas não como um simples de espírito. O bom é ser inteligente e não entender. É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco.
Não demais: mas pelo menos entender que não entendo.


Blogbeijooos!